segunda-feira, 31 de outubro de 2011




domingo, 30 de outubro de 2011

Música Católica - O Paralítico


Preste atenção......leia bem devagarinho!!!! Vale a pena!!!
VOCÊ: Pai nosso que estais no céu...
DEUS: Sim? Estou aqui...
VOCÊ: Por favor, não me interrompa, estou rezando!
DEUS: Mas você me chamou!
VOCÊ: Chamei? Eu não chamei ninguém. Estou rezando.... Pai nosso que estais no céu...
DEUS: Ai, você fez de novo.
VOCÊ: Fiz o que?
DEUS: Me chamou! Você disse: Pai nosso que estais no céu. Estou aqui. Como é que posso ajudá-lo?
VOCÊ: Mas eu não quis dizer isso. É que estou rezando. Rezo o Pai Nosso todos os dias, me sinto bem rezando assim. É como se fosse um dever. E não me sinto bem até cumprí-lo...
DEUS: Mas como podes dizer Pai Nosso, sem lembrar que todos são seus irmãos, como podes dizer que estais no céu, se você não sabe que o céu é a paz, que o céu é amor a todos?
VOCÊ: É, realmente ainda não havia pensado nisso.
DEUS: Mas prossiga sua oração.
VOCÊ: Santificado seja o Vosso nome...
DEUS: Espera ai! O que você quer dizer com isso?
VOCÊ: Quero dizer... quer dizer, é... sei lá o que significa. Como é que vou saber? Faz parte da oração, só isso!
DEUS: Santificado significa digno de respeito, Santo, Sagrado.
VOCÊ: Agora entendi. Mas nunca havia pensado no sentido dessa palavra SANTIFICADO. "Venha a nós o vosso reino, seja feita a vossa vontade, assim na terra como no céu..."
DEUS: Esta falando sério?
VOCÊ: Claro! Por que não?
DEUS: E o que você faz para que isso aconteça?
VOCÊ: O que faço? Nada! É que faz parte da oração, além disso seria bom que o Senhor tivesse um controle de tudo o que acontecesse no céu e na terra também.
DEUS: Tenho controle sobre você?
VOCÊ: Bem, eu freqüento a igreja!
DEUS: Não foi isso que Eu perguntei! Que tal o jeito que você trata os seus irmãos, a maneira com que você gasta o seu dinheiro, o muito tempo que você dá a televisão, as propagandas que você corre atrás e o pouco tempo que você dedica a Mim?
VOCÊ: Por favor. Pare de criticar!
DEUS: Desculpe. Pensei que você estava pedindo para que fosse feita a minha vontade. Se isso for acontecer tem que ser com aqueles que rezam, mas que aceitam a minha vontade, o frio, o sol, a chuva, a natureza, a comunidade.
VOCÊ: Esta certo, tens razão. Acho que nunca aceito a sua vontade, pois reclamo de tudo: se manda chuva, peço sol, se manda o sol reclamo do calor, se manda frio, continuo reclamando, se estou doente, peço saúde, mas não cuido dela, deixo de me alimentar ou como muito...
DEUS: Ótimo reconhecer tudo isso. Vamos trabalhar juntos Eu e Você, mas olha, vamos ter vitórias e derrotas. Eu estou gostando dessa nova atitude sua.
VOCÊ: Olha Senhor, preciso terminar agora. Esta oração está demorando muito mais do que costuma ser. Vou continuar: ... "o pão nosso de cada dia nos dai hoje..."
DEUS: Pare ai! Você esta me pedindo pão material? Não só de pão vive o homem, mas também da minha palavra. Quando me pedires o pão, lembre-se daqueles que nem conhecem pão. Pode pedir-me o que quiser, desde que me veja como um Pai amoroso! Eu estou interessado na próxima parte de sua oração. Continue!
VOCÊ: "Perdoai as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido..."
DEUS: E o seu irmão desprezado?
VOCÊ: Está vendo? Olhe Senhor, ele já criticou várias vezes e não era verdade o que dizia. Agora não consigo perdoar. Preciso me vingar.
DEUS: Mas, e a sua oração? O que quer dizer sua oração? Você me chamou, e eu estou aqui, quero que saias daqui transfigurado, estou gostando de você ser honesto. Mas não é bom carregar o peso da ira dentro de você, não acha?
VOCÊ: Acho que iria me sentir melhor se me vingasse!
DEUS: Não vai não! Vai se sentir pior. A vingança não é tão doce quanto parece. Pense na tristeza que me causaria, pense na sua tristeza agora. Eu posso mudar tudo para você. Basta você querer.
VOCÊ: Pode? Mas como?
DEUS: Perdoe seu irmão, Eu perdoarei você e te aliviarei.
VOCÊ: Mas Senhor, eu não posso perdoá-lo.
DEUS: Então não me peças perdão também!
VOCÊ: Mais uma vez está certo! Mais só quero vingar-me, quero a paz com o Senhor. Esta bem, esta bem, eu perdôo a todos, mas ajude-me Senhor. Mostre-me o caminho certo para mim e meus inimigos.
DEUS: Isto que você pede é maravilhoso, estou muito feliz com você. E você, como está se sentindo?
VOCÊ: Bem, muito bem mesmo! Para falar a verdade, nunca havia me sentido assim! É tão bom falar com Deus.
DEUS: Ainda não terminamos a oração. Prossiga...
VOCÊ: "E não deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal..."
DEUS: Ótimo, vou fazer justamente isso, mas não se ponha em situações onde possa ser tentado.
VOCÊ: O que quer dizer com isso?
DEUS: Deixe de andar na companhia de pessoas que o levam a participar de coisas sujas, intrigas, fofocas. Abandone a maldade, o ódio. Isso tudo vai levá-lo para o caminho errado. Não use tudo isso como saída de emergência!
VOCÊ: Não estou entendendo!
DEUS: Claro que entende! Você já fez isso comigo várias vezes. Entra no erro, depois corre a me pedir socorro.
VOCÊ: Estou com muita vergonha, Perdoe-me Senhor!
DEUS: Claro que perdoo! Sempre perdôo a quem esta disposto a perdoar também, mas não esqueça, quando me chamar, lembre-se de nossa conversa, medite cada palavra que fala! Termine sua oração.
VOCÊ: Terminar? Ah, sim, "AMÉM!"
DEUS: O que quer dizer AMÉM?
VOCÊ: Não sei. É o final da oração.
DEUS: Você só deve dizer AMÉM quando aceita dizer tudo o que eu quero, quando concorda com minha vontade, quando segue os meus mandamentos, porque AMÉM! quer dizer, ASSIM SEJA, concordo com tudo que rezei.
VOCÊ: Senhor, obrigado por ensinar-me esta oração e agora obrigado por fazer-me entendê-la.
DEUS: Eu amo cada um dos meus filhos, amo mais ainda aqueles que querem sair do erro, aqueles que querem ser livres do pecado. Abençôo-te e fica com minha paz!
VOCÊ: Obrigado Senhor! Estou muito feliz em saber que és meu amigo.



Fácil e difícil
Falar é completamente fácil, quando se tem palavras em mente que se expresse sua opinião...
Difícil é expressar por gestos e atitudes, o que realmente queremos dizer.
Fácil é julgar pessoas que estão sendo expostas pelas circunstâncias...
Difícil é encontrar e refletir sobre os seus próprios erros.
Fácil é fazer companhia a alguém, dizer o que ela deseja ouvir...
Difícil é ser amigo para todas as horas e dizer a verdade   quando for preciso.
Fácil é analisar a situação alheia e poder aconselhar sobre a
mesma...

Difícil é vivenciar esta situação e saber o que fazer.
Fácil é demonstrar raiva e impaciência quando algo o deixa irritado...
Difícil é expressar o seu amor a alguém que realmente te conhece.
Fácil é viver sem ter que se preocupar com o amanhã...
Difícil é questionar e tentar melhorar suas atitudes impulsivas e as vezes impetuosas, a cada dia que passa.
Fácil é mentir aos quatro ventos o que tentamos camuflar...
Difícil é mentir para o nosso coração.
Fácil é ver o que queremos enxergar...
Difícil é saber que nos iludimos com o que achávamos ter visto.
Fácil é ditar regras e, Difícil é segui-las...

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

HOJE VOU FALAR UM POUQUINHO DO MEU CORAÇÃO S2...
SER MÃE//PAI AO MESMO TEMPO.....


..

Mães que criam os filhos sozinhas

Papel de mãe e papel de pai. Muitas vezes a mãe (ou o pai) tem que assumir as duas funções. As dúvidas, o medo, a insegurança e a solidão podem encontrar aí espaço para entrar, mas a coragem e o amor podem superar tudo isso. Vida de Mãe vai discutir questões como, por exemplo, a decisão de ter um filho sem a presença do pai, as dificuldades da criação sem partilha, a relação com o filho, a ausência do pai e o que fazer para não se anular.
Podemos nos encontrar sozinhas na criação dos nossos filhos por diversos motivos. Porque somos mães solteiras, divorciadas ou viúvas. A coluna conta a história de luh,  grávida do namorado e hoje é mãe solteira de joão victor, de 7 anos . Ela teve o apoio da família, mas outras adolescentes não têm a mesma sorte. A dor de não poder compartilhar a gestação, seja nas mães adolescentes ou maduras - que optam por levar adiante uma gravidez sem pai - é a mesma. Além da mãe solteira, vamos falar da mulher que se separa depois de uma vida matrimonial e tem que aprender a virar a página e equilibrar o cotidiano ao lado dos filhos, sem a presença paterna diária. E das mães viúvas, que não escolheram seguir criando os filhos sós, mas também têm que superar o sofrimento da perda e encarar a nova condição.

Caminhos distintos, casos diferentes, mas a responsabilidade dobrada que cai sobre todas é a mesma. Elas têm em comum a missão de sustentar e educar o filho, dar amor e responder perguntas, como: "Tenho pai?" "Onde ele está?" Um assunto que muitas vezes ela mesma quer esquecer.

Filho não planejado
quando conheçi meu namorado tinha 15 anos...foi uma  paixão primeira vista..era tudo lindo maravilhoso um amor que sonhava pro resto da minha vida .mais esse sonho um dia acabou...quando engravidei do meu filho...na mesma hora sempre vem a duvida sera que vou conseguir..sera que ele vai ficar feliz  pq a gente ja não era mais criança..ja tinha passado 12 anos...
quando liguei pra ele e falei que tava gravida...ele falou vc não pode ter esse filho vamos pensar...e desligou o telefone...aquela hora perdi o chão..o que eu vou fazer??
lembro como se fosse hoje;ele mi ligou no mesmo dia e mi falou eu ja marquei medico pra vc daqui 2 dias,eu tavo tão perdida e falei medico de que???ele falou vc vai abortar...e vem buscar o dinheiro... naquela hora tomei um susto e desliguei o telefone..e começei a chorar e liguei  pro um amigo que hoje é padrinho do meu filho..e falei tudo..ele falou assim se troca vou ti buscar pra ti levar numa missa de cura e libertação...missa do padre antonello..eu tava totalmente perdida..me arrumei e fui..foi Deus que me levou nessa missa la chorei muito Deus me carregou no colo e me senti uma filha preciosa dele....na hora que o padre andou com santissimo no meio... me lembro até hoje nunca esqueço disso foi uma bença...ele  colocou a mãos na minha barriga e  mi falou filha não faça nada com esse anjinho que é um homenzinho de jesus...filha não tenha medo do presente de Deus..se ele te deu é pq vc é vitoriosa vc foi escolhida.. teu filho é um presente que Deus te enviou e saiu...chorei chorei..naquela noite no caminho quando tavo vindo embora pra minha casa meu amigo falou...luh pensa bem que  missa maravilhosa que nois participamos não faz nada eu te ajudo vc nunca vai tar sozinha..no mesmo dia contei pra minha irmã... pq morava com ela....foi ela que mi criou...naquela noite Deus tocou muito em  mim  com uma maneira tão calma  que tirou tudo o meu medo e me acalmou... chamei minha irmã  pra conversar pq tinha algo pra falar pra ela... falei que tava gravida e falei que o pai do meu filho não queria assumir...queria  que eu aborta-se..minha irmã mi falou se ele não quer nois queremos..aonde come 1,2,3 sempre vai ter pra ele nunca vai faltar..minha irmã foi um anjo na minha vida,eu fiquei tão feliz no outro dia fui trabalhar e contei pra todo mundo que tava gravida...e liguei pro pai dele..e pedi pra  esquecer nois..faz de conta que eu meu filho nunca existiu pra vc..foi isso que eu fiz... foi dificio.. pq amava ele...mais eu me amo mais e mais ainda aquele anjinho que carregava no meu ventre..o tempo passou estava pra ganhar o meu bb..estava tão anciosa e feliz pra ter ele no meu braço..no dia 18 de outubro de 2004 estorou minha bolsa..fui feliz pro hospital..
E naquele dia Deus falava muito no meu coração ora...com todo seu coração..eu sofrendo de dor e os medicos olhava e falava vamos esperar eu com muita dor sem saber o que tava acontecendo..ai o medico falou pra mim vamos ti levar pra sala..eu fiquei tão feliz pq ia carregar meu  filho no braço e da beijinho nele..quando eu entrei na sala não vi mais nada..quando eu acordei eu tava  deitada naquela sala gelada e os medicos venho correndo...e chorando e falou pra mim é milagre e chorando... eu sem entender estava drogada de remedios..lembro como se fosse hoje vc confia em Deus eu falei sim logico...ele falou Deus te trouxe de volta vai descançar ja volto falar com vc..eu fiquei assustada com aquele jeito que o medico falou e chamei a infermeira e perguntei do meu filho..ela não quiz falar eu começei a gritar meu filho..não acredito que Deus levou ele de mim...ja começei ficar desesperada..o medico chegou falou calma mãe o susto ja passou..eu quero ver meu filho..ele falou agora não pode pq ele ta na... UTI...eu falei eu quero saber o que ele tem..ele so não ta podendo respirar mais calma ele ta bem.. eu pergntei dr o que aconteceu..ele falou me perdoa tive que fazer histerectomia..eu tavo ainda meio drogada e falei dr que é isso..ele falou tive que tirar seu utero vc nunca mais vai poder se mãe me perdoa tive que  fazer isso..mais ele falou vamos agradecer a Deus  vc e seu filho ta salvos..eu perdi todo meu sangue..tive que tomar 7 vidros de sangue..mais pra honra e glorias a Deus eu e meu filho estava bem..ele era tão lindo..so queria agradecer a Deus pela nossa vida..
hoje o joão victor tem 7 anos um homenzinho já.. o pai dele nunca veio ver ele..nunca lembrou dele...mais graça a |Deus que até agora nunca precisou...hoje ele mora sozinho..não tem ninguem..não sei se a conciência dele pesa..ou ele tem medo de acontecer de novo..pra mim isso não importa mais..so importa o meu filho..a minha vida é toda dele eu vivo por ele...sabe minha vida mudou um pouquinho pq agora tudo é pra ele..eu viajo com ele..acabo muitas vezes esquecendo de mim..eu não saio mais so fico com ele..nem penso em namorar pq meu filho me preenche..
hoje to muito feliz agradeço a Deus desde no ventre Deus ja me abençou e cuidou de nois obrigado Deus pela minha familia que é linda foi do jeitinho que o senhor planejou pra minha vida

FILHO EU AGRADEÇO A DEUS POR VC EXISTIR!!!
Esta manhã, eu vou sorrir quando ver o seu rosto, e rir mesmo sentindo vontade de chorar.

Vou deixar você escolher o que vai vestir, sorrir e dizer o quanto você está ótimo.

Eu vou deixar a roupa para lavar de lado, pegar você e levá-lo ao parque para brincar.

Vou deixar a louça na pia e deixar você me ensinar a montar seu quebra-cabeça.

Esta tarde, eu vou desligar o telefone, manter o computador fora do ar e sentar-me com você no quintal e soltar bolhas de sabão.

Eu não vou gritar nenhuma vez, nem mesmo resmungar quando você gritar e acenar para o carrinho de sorvetes, e vou comprar um se ele passar.

Eu não vou me preocupar com o que você vai ser quando crescer.

Vou deixar você ajudar-me a assar biscoitos e não vou ficar atrás de você tentando consertá-lo.

Iremos ao McDonald's e comprar um Mc lanche feliz para nós dois, para que você possa ganhar dois brinquedos.

Esta noite, vou segurá-lo em meus braços e contar-lhe uma história sobre como você nasceu e como eu o amo.

Eu vou deixar você espirrar a água do banho e não ficar nervosa.

Vou deixar você ficar acordado até tarde, enquanto ficamos sentados na soleira, contando todas as estrelas.

Eu vou me aconchegar ao seu lado por horas e perder meus shows favoritos na TV.

Quando eu passar meus dedos entre seus cabelos enquanto você orar, eu vou simplesmente ser grata a Deus por ter me dado o maior presente do mundo.

Eu vou pensar nas mães e pais que procuram por seus filhos perdidos, nas mães e pais que visitam a sepultura de seus filhos ao invés de suas camas, nas mães e pais que estão em hospitais vendo seus filhos sofrerem sem que isto tenha sentido e gritando por dentro que não podem mais suportar isso.

E, quando eu te der um beijo de boa noite, eu vou te segurar um pouquinho mais forte, por um pouquinho mais de tempo.

E é então, que vou agradecer a Deus por você, e não pedir nada a Ele, exceto mais um dia.

                                                   TE AMO MINHA VIDA...

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Ser religioso não salva, oque salva è usar a fè.







Muitas pessoas são muito religiosas, ficam falando que são católicos,evangélicos e ate discutindo sua ´´religiao´´ luta e reluta por oque for por sua religiao e blablabla... Mas oque salva não è religião, pois foi o homem que inventou e religião não salva! sorry!. Oque salva è Jesus. E oque mais Jesus quer de você não quer te ver sendo um religioso chaaaaato que sabe de tudo da bíblia mas não pratica, gosta de ouvir musicas de Deus e pregações bonitas, mas NÃO PASSA DISSO,a vida dela não è transformada porque não deixa as mãos de Deus agir na vida dela, pois ela se apoia mais no que ela sabe e religião. E o compromisso com Deus? Aaa não, è sò uma religiosidade isso. Isso sim que digo que è ser religioso, è esquentar banco de igreja e não usar a fé em Jesus. È simplesmente gostar de ouvir pregações lindìssimas com as melhores palavras que agradam seus ouvidos gostam de escutar musicas de Deus, mas isso não adianta nada. Oque muda,SALVA,e o milagre acontece mesmo è usar a fé. È tudo por meio de usar a fé. E usar a fè è crer sem duvidar na palavra de Deus e agir, obedecer a palavra de Deus(direção de Deus), e è aí usando a fé, renunciando, relutando que sua vida transforma, salva, e o milagre acontece. Deixe de lado a religiosidade e use sua fé que Deus te dá. A minha vida mudou mas porque eu usei a fé, em Jesus e não virei um religioso que apenas gosta das coisas de Deus mas não se entrega a Deus nem usa sua fé nele. Use sua fé o mesmo Deus que mudou a minha vida vai mudar a sua!

Tudo oque Deus mais quer è sinceridade e não religiosidade, porque até para evangelizar(falar de Deus para outras pessoas) a religiosidade atrapalha pois muitos nao vem na igreja porque acha totalmente sem graça você, não vê nada de diferente, e oque as pessoas tem mais que notar e querer vir para a igreja è porque somos diferentes e não sem graça. E quando somos sinceros ou seja deixamos de lado a religiosidade, então apresentamos o verdadeiro Deus para as pessoas, que não è sem graça mas dà vida, que não veio para julgar mas dar a mão,ajudar e libertar, dar salvação, e mudança de vida. Oque atrapalha uma pessoa evangelizar e dar bom fruto da evangelização è a religiosidade, não apresente para outra pessoa a religiosidade e sim o Deus vivo, que pode mudar vidas,pode preencher o vazio do coração das pessoas,salvar tirando e resgatando do caminho da perdição ou seja o caminho da morte.

Tem sido afrontado/a?

A palavra afronta significa vergonha e humilhação e muitas pessoas, que deveriam ser honradas, estão, ultimamente, a ser afrontadas. E será que o povo de Deus deve ser afrontado ou honrado? Afinal, foi o Senhor Jesus que disse: “…E, se alguém me servir, o Pai o honrará” (João 12.26).A afronta é uma vergonha pública, podendo estar ligada a qualquer área da sua vida, seja profissional, sentimental, familiar, espiritual… e Deus quer que você seja honrado/a, porque a afronta revela a presença do mal, sendo o sinal do diabo na vida do indivíduo; já a honra é o sinal de Deus na vida da pessoa. Contudo, Deus só pode honrar aqueles que se decidem a servi-Lo, a entregar-se-Lhe, a obedecer-Lhe e a confiar n’Ele.
“Tendo o rei Ezequias ouvido isto, rasgou as suas vestes, cobriu-se de pano de saco e entrou na Casa do SENHOR” (Isaías 37.1).Quando Ezequias ouviu a afronta do rei Senaqueribe, dizendo que ia fazer com que ele comesse as próprias fezes e bebesse a própria urina, sentiu a verdadeira humilhação. Então, imagine alguém a dizer-lhe isto, que o seu Deus é nada, que não poderá salvá-lo/a nem a si, nem ao seu povo, porque irá destruir a sua nação. Este foi o sinal do diabo para Ezequias e sabe o que é que ele fez? Rasgou as suas vestes, ou seja, despojou-se de todo e qualquer título, conhecimento ou posição, que o tentasse impedir de ficar na total dependência de Deus.Ele era rei, mas rasgou as suas vestes reais e cobriu-se de pano de saco, portanto, humilhou-se.Primeiro, abdicou do seu título de rei, considerando que não era isso que o iria salvar, mas sim a sua entrega e humilhação a Deus, pois, quem se humilha perante Ele será exaltado, mas quem se exalta perante Deus será humilhado pelos homens. E só depois de se humilhar perante Deus é que entrou na casa do Senhor. Ele sabia que o seu reinado dependia da sua fé e não da sua coroa, que a vitória não dependia da sua roupa real, mas da sua comunhão com Deus, enfim, que todas as áreas da sua vida dependiam da sua espiritualidade.“Então, enviou a Eliaquim, o mordomo, a Sebna, o escrivão, e aos anciãos dos sacerdotes, com vestes de pano de saco, ao profeta Isaías, filho de Amoz, os quais lhe dissessem: Assim diz Ezequias: Este dia é dia de angústia, de castigo e de opróbrio; porque filhos são chegados à hora de nascer, e não há força para dá-los à luz” (Is 37.2-3).Por outras palavras, ele sabia que para vencer aquele exército tinha que vencer o diabo, então, precisava de falar com o homem de Deus para saber o que fazer. Ezequias materializou a sua confiança, fé e temor no Senhor, dizendo ao mensageiro para comunicar ao homem de Deus que tinha sonhos ainda por realizar. E quando uma pessoa tem sonhos e quer fazê-los nascer, sabe que irá precisar de forças e da orientação do homem de Deus, crendo na Sua honra e desprezando a afronta do diabo. Este poderá até ameaçar, mas Deus cumprirá com o comprometido.
“Porventura, o SENHOR, teu Deus, terá ouvido as palavras de Rabsaqué, a quem o rei da Assíria, seu senhor, enviou para afrontar o Deus vivo, e repreenderá as palavras que o SENHOR ouviu; faze, pois, tuas orações pelos que ainda subsistem” (Is 37.4).Você subsistiu, apesar de toda a afronta, erros e fraquezas que tem, provando assim que a honra de Deus irá prevalecer na sua vida. Mas, você tem que investir em si, tal como o fez Ezequias, rasgando as suas vestes, cobrindo-se de pano de saco e indo à casa do Senhor, buscar a orientação do homem de Deus e não de outros.“Foram, pois, os servos do rei Ezequias ter com Isaías; Isaías lhes disse: Dizei isto a vosso senhor: Assim diz o SENHOR: Não temas por causa das palavras que ouviste, com as quais os servos do rei da Assíria blasfemaram contra mim. Eis que meterei nele um espírito, e ele, ao ouvir certo rumor, voltará para a sua terra; e nela eu o farei cair morto à espada” (Is 37.6-7).
Tudo o que Deus lhe deu foi uma palavra, ou seja, para não dar ouvidos ao rei Senaqueribe e não crer nas mentiras do diabo. Portanto, se existem rumores de que você é uma pessoa doente, endividada, fraca e que cai em tentação, Deus fará com que surja outro rumor, para que os seus inimigos caíam por terra. Mas a decisão é sua: se dará ouvidos à carta de afronta do diabo ou à carta de honra de Deus.

"Os planos de Deus para nossa vida"



Sabemos que todas as coisas concorrem para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito. (Romanos 8.28)
Pois Eu bem sei os pensamentos que penso de vós, diz o SENHOR; pensamentos de paz e não de mal, para vos dá o fim que esperais. (Jeremias 29.11)

Introdução.
Muitas das vezes quando passamos por adversidades  ficamos questionando a Deus o porque daquela situação, pois aos nossos olhos aquele problema parece mal, mas o que temos que fazer é olhar para Deus e lembrar que Ele não vai permitir que os problemas nos destruam.

A Palavra de Deus diz que não somos tentados ou provados além das nossas forças.(I Coríntios 10.13) Se Deus tem permitido certas situações em nossa vida é porque ele tem planos, propósitos para nós; e com certeza os seus planos são para o nosso bem e não para o nosso mal. Como diz a Palavra de Deus: "EU sei os pensamentos(planos) que tenho a vosso respeito, pensamentos de paz e não de mal..."(Jer.29.11)
No momento da adversidade lembre-se destas palavras,confie em Deus e creia que aquilo que você espera vai acontecer em nome de Jesus. Temos na Palavra de Deus vários exemplos de pessoas que passaram por adversidades, e no final de tudo entenderam que tudo aquilo era plano de Deus, que Deus tinha bons propósitos para suas vidas.
O primeiro exemplo foi o de José. José com mais ou menos 17 anos foi vendido por seus irmãos como escravo, tudo porque seus irmãos tinham inveja, ciúmes dele; e quando José contava para eles os sonhos que  tinha, o ódio de seus irmãos por ele aumentava ainda mais. José chega ao Egito como escravo, mas a Palavra de Deus diz: "que Deus era com ele" e a onde José colocava as suas mãos ele prosperava isto é, José era bem sucedido em tudo o que fazia, e a casa do seu senhor era abençoada por sua causa.
E como sabemos, José foi caluniado, acusado de algo que não fez e mandado para a prisão. Imagine, o  que passou pela mente daquele jovem, certamente a tristeza, os questionamentos de o porque daquilo tudo, longe de seu pai e de seus irmãos( porque apesar de tudo ele os amava), mas José creu, confiou no seu Deus, foi fiel e perseverou até o fim, e Deus o salvou daquela situação colocando-o numa posição que ele nem imaginava, mas que Deus já o havia revelado através de sonhos; de escravo José passa a ser governador do Egito, agora José começa a entender os planos de Deus para sua vida e para a vida de seu povo, quando se reencontra com seus irmãos, ele diz que tudo aquilo foi plano de Deus, para que o Seu povo, através dele fosse salvo da morte pela fome.
Um outro exemplo foi o de Jó, certo dia, quando os filhos de Deus se apresentaram diante de Deus, veio também Satanás entre eles,e Deus disse para Satanás: "Observastes o meu servo Jó?... homem sincero, reto, temente a Deus e que se desvia do mal." E Satanás respondeu:_ Teme Jó a Deus em vão. Acaso tu não o tens protegido de todos os lados e abençoado tudo o que ele tem? E os seus bens se multiplicam sobre a terra.
Mas estende a tuas mãos e tira tudo o que ele tem, e verás que certamente te blasfemarás na tua face.(Jó 1.8-11) Podemos perceber aqui, que houve uma afronta, um desafio de Satanás contra Deus, mas Deus conhecia a Jó, e Ele não ia aceitar aquele desafio, se Jó não fosse tudo aquilo que Ele mesmo declarou. Então, Deus permitiu que Satanás tocasse em tudo o que Jó possuía, todos os problemas que pode atingir uma pessoa veio na vida de Jó, de uma só vez morreram os seus 10 filhos, ele perdeu todos os seus bens ficando na miséria e, como não se bastasse, Jó perdeu a sua saúde e  ficou cheio de feridas dos pés a cabeça, diz o texto que saia bichos das feridas de Jó; mas este homem perseverou na sua fé e fidelidade a Deus, ele não blasfemou contra Deus, não negou ao seu Deus, ele foi fiel até o fim, ele visualizou a sua vitória e declarou: "Eu sei que o meu Redentor vive! E que por fim se levantará sobre a Terra!"
Através da adversidade, Jó cresceu espiritualmente, ele reconheceu que   conhecia a Deus só de ouvir falar, mas agora os seus olhos o vêem, isto é, ele agora conhece à Deus porque O |vê em sua vida.
E diz a Palavra de Deus: "E Deus virou o cativeiro de Jó..." Deus o tirou daquela situação e deu em dobro tudo o que Jó antes possuía, e o diabo saiu envergonhado e o nome de Deus glorificado diante de toda aquela sociedade através da vida de Jó.
E é isso que pode acontecer na sua vida, se você crer em Deus e perseverar firme até o fim, a sua vida será para glorificar o nome de Deus, e através de você muitas vidas serão edificadas e salvas em nome de Jesus.

Uma mensagem para quem está vivendo uma fase ruim

volta pra casa

pai me perdoa

Alô meu Deus - Pe Leo

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

"O Profundo Amor de Deus por mim"
Deus me ama tão profundamente, que não me livra dos problemas que eu preciso enfrentar, para amadurecer e me sentir mais forte. Deus me ama tão profundamente, que não me poupa das tristezas e decepções, que são necessárias para o meu crescimento.

Deus me ama tão profundamente, que me permite experimentar a dor física e a dor na alma, para que eu me torne cada vez mais sensível e mais humana. Deus me ama tão profundamente, que não tem me dado uma vida de riquezas e nem de facilidades. Mas também não tem me dado uma vida de pobreza extrema, e nem de necessidades. Ele me dá uma vida, onde eu posso ter, na medida certa, tudo que preciso para viver com honestidade.

Ele me fez entender que o meu tempo aqui é muito curto, para acumular coisas desnecessárias à minha espiritualidade. Ele tem me dado, principalmente, o que eu posso levar comigo, quando eu partir, e entregar a ele, no momento do nosso encontro. Deus, em sua suprema sabedoria, sabe o que eu preciso para ser feliz. Ele sabe que a minha felicidade não está nas coisas materiais. Ele sabe que se eu tivesse uma vida de riquezas, provavelmente, eu daria tanto valor as futilidades que até me esqueceria dele. E se eu esquecesse dele, logo chegaria um dia em que eu me sentiria extremamente infeliz.
Repleta de valores materiais, mas vazia por dentro. Deus me ama tão profundamente, que tem feito de mim, uma pessoa forte, esforçada, lutadora, que sonha, que chora, que cai e se levanta, que olha pra cima, e que vê longe... Muito além de tudo o que se pode tocar com as mãos. Deus me ama tão profundamente, que tem feito de mim, uma pessoa que busca dar a sua parcela de contribuição para a vida. E que vive para realizar o que anseia espiritualmente. Mesmo que sozinha. Por quê sozinha eu nunca estarei. Tenho o profundo amor de deus comigo.

Quando reflito sobre o profundo amor que eu sinto por deus, sinto uma inter-ligação que me leva, naturalmente, ao profundo amor de deus por mim. Então percebo que nada tenho a reclamar sobre a vida que ele me deu. Por que todos os dias ele me dá chances para que eu me esforce, e me torne um ser humano melhor e mais feliz. É o tipo de felicidade que só faz bem ao espírito. Meu e dele. Ele sabe que para quem se esforça, o sabor da vitória é mais doce. A alegria no coração é maior. A alma entra em um ritmo emocionante... E dança a música do céu...

E canta a canção da vida... Ouvindo a orquestra dos anjos, tocada com os instrumentos afinados pelo tempo. A auto confiança aumenta. E eu me sinto mais capacitada, mais realizada. Esta é a minha verdadeira felicidade. Saber que eu posso realizar cada pequena conquista, com os meus próprios esforços...
Porque ao final, sinto a minha alma livre. E ao me sentir livre, uma alegria imensa contagia o meu ser. Então eu constato, que durante esse meio tempo, enquanto eu estava apenas lutando pelas minhas conquistas, ele ficou ao meu lado, torcendo por mim, e aguardando os resultados. Deus me ama tão profundamente, que disse-me uma vez...

 Que se ele tivesse colocado dentro do meu peito, um coração materialista, eu passaria a minha vida a caminhar por uma pequena estrada chamada ilusão. É uma pequena estrada que leva os seus caminhantes ao encontro do tesouro material, e o meu coração materialista me conduziria tão diretamente ao encontro desse tesouro, que eu nem olharia para os lados, e perderia toda a beleza e o encantamento da paisagem ao redor: provavelmente, ao caminhar pela estrada da ilusão, eu perderia os meus cinco sentidos vitais: no meu caminhar durante o dia, eu não veria o sol brilhante que ele fez pra mim, eu não ouviria a sinfonia do canto dos pássaros que ele criou.

Eu não sentiria a delícia do vento soprando nos meus cabelos. Eu não desejaria tocar uma flor, ou sentir o seu perfume. Eu não lançaria um olhar de gratidão para a natureza, que é uma obra de arte, feita por ele. No meu caminhar durante a noite, eu não teria tempo de olhar pra cima e ver o céu estrelado. Eu não sentiria vontade de conversar com as estrelas, eu desconheceria a lua e todas as suas fases.

Eu não me admiraria com a imensidão do universo. Eu desconheceria toda a grandeza de sua criação. Caminhando pela estrada da ilusão, eu teria os meus olhos fixos no superficial. E se eu encontrasse alguém mais necessitado do que eu, eu passaria por cima... E se esse alguém me chamasse, eu nem ouviria. Porque todos os meus sentidos estariam naquilo que me esperava lá na frente, e assim eu seria mais ambiciosa do que deus me permitiria ser. Seria menos humana e mais materialista. E conseqüentemente, eu não desenvolveria a minha espiritualidade. E sem ter espiritualidade, eu viveria na tristeza, sem alegria no coração.
E sem ter alegria no coração, eu me revoltaria, e gritaria aos quatro ventos: onde está deus? Deus existe? Por que não me ajuda? Por que me abandonou?Por que não me dá uma vida de facilidades, e todas as riquezas materiais a que eu "tenho direito"? Se eu fosse menos humana, eu não teria olhos para ver deus dentro de mim... Deus me ama tão profundamente, que me fez entender: que o tempo que eu perco nas minhas lutas diárias, me aproxima mais dele.

 Que a dor física e a dor da alma me aproximam mais dele. Que nas minhas tristezas e decepções, ele está sempre comigo. Que bom! Que eu não consigo nada com tanta facilidade! Por que assim, eu consigo valorizar as minhas pequenas conquistas. Que bom! Que eu tenho problemas para enfrentar! Por que assim, eu aprendo. Evoluo e amadureço. Que bom! Que eu tenho momentos de tristezas, para que depois, eu possa festejar a minha alegria! Que bom! Que eu não tenho nada do que reclamar, tenho somente o que agradecer a deus por tudo! Que bom! Que deus não se esquece de mim!
O senhor, em sua suprema sabedoria, sabe o que eu preciso para ser feliz. Preciso de Deus! E do seu profundo amor por mim.

Salmo 42: ESTOU TRISTE, MAS QUERO MUDAR

(1) Como a corça anseia por águas correntes, a minha alma anseia por ti, oh Deus. (2) A minha alma tem sede de Deus, do Deus vivo. Quando poderei entrar para apresentar-me a Deus?
O cervo é um mamífero ruminante, de cor amarronzada. Ele tem vários chifres, patas de quatro dedos, pernas longas e cauda curta. Ele anseia por águas correntes e profundas tanto para bebê-las e saciar sua sede quanto para escapar dos cães que o perseguem.
O poeta estava distante de Jerusalém e queria voltar para lá e cultuar a Deus.

(3) Minhas lágrimas têm sido o meu alimento de dia e de noite, pois me perguntam o tempo todo: “Onde está o seu Deus?” (4) Quando me lembro destas coisas, choro angustiado, pois eu costumava ir com a multidão, conduzindo a procissão à casa de Deus, com cantos de alegria e de ação de graças entre a multidão que festejava.
O poeta, de tão triste, só sabia chorar. Já não se alimentava mais. Seu pão eram suas lágrimas. Seus amigos não sabiam mais o que fazer.

(5) Por que você está assim tão triste, oh minha alma? Por que está assim tão perturbada dentro de mim? Ponha a sua esperança em Deus! Pois ainda o louvarei; ele é o meu Salvador e (6) o meu Deus. A minha alma está profundamente triste; por isso de ti me lembro desde a terra do Jordão, das alturas do Hermom, desde o monte Mizar. (7) Abismo chama abismo ao rugir das tuas cachoeiras; todas as tuas ondas e vagalhões se abateram sobre mim.
O poeta continua reclamando de estar distante do lugar onde poderia cultuar coletivamente a Deus. Estava na floresta montanhosa do Hermon, num dos seus picos (o Mizar, ainda não identificado). Dali, onde nascia o rio Jordao, ouvia o som das cachoeiras. Sua vida estava sufocada por aquele barulho, antes tão agradável, agora tão aterrorizador.

(8) Conceda-me o Senhor o seu fiel amor de dia; de noite esteja comigo a sua canção. É a minha oração ao Deus que me dá vida.
O poeta queria voltara cantar.

(9) Direi a Deus, minha Rocha: Por que te esqueceste de mim? Por que devo sair vagueando e pranteando, oprimido pelo inimigo?
(10) Até os meus ossos sofrem agonia mortal quando os meus adversários zombam de mim, perguntando-me o tempo todo: “Onde está o seu Deus?”
Só havia uma explicação para aquela condição: Deus o abandonara.

(11) Por que você está assim tão triste, oh minha alma? Por que está assim tão perturbada dentro de mim? Ponha a sua esperança em Deus! Pois ainda o louvarei; ele é o meu Salvador e o meu Deus.
O poeta repete para si mesmo sua confissão de esperança (que aparece também no salmo seguinte, salmo 43).


A tristeza é uma condição humana antiga. Os salmos estão cheios de lamentos tristes. Num deles o poeta chora: "Eu, porém, estou aflito e triste; a tua salvação, oh Deus, me ponha num alto retiro" (Salmo 69.29). No outro o lamento tem o mesmo  tom: "A minha alma se consome de tristeza; fortalece-me conforme a tua promessa" (Salmo 119.28). Jesus mesmo experimentou muitos momentos de tristeza em sua jornada conosco.
Cada época lida com ela ao seu modo. Na nossa, em que é repelida como uma desgraça, os remédios são receitados e usados como se fossem capazes de produzir alegria. Conheci um homem muito triste, mas raramente o via triste, porque, tão logo acordava, punha um copo de uísque ao seu alcance e dele tomava ao longo do dia e se tornava alegre.
Nossa vida é feita de projetos. Quando eles se realizam, dizemo-nos felizes. Quando não se realizam, ficamos tristes.
No entanto, é bom distinguir tristeza de tristeza, tristeza temporária e tristeza permanente, tristeza como uma circunstância e tristeza como uma condição. É claro que ficamos tristes quando não somos bem tratados numa loja ou numa igreja. Ficamos tristes quando não conseguimos comprar um produto que tanto almejávamos ou, quando o recebemos, notamos que não tudo o que desejamos que tivesse. Ficamos tristes quando perdemos uma pessoa querida, por morte ou por separação. Ficamos tristes quando somos obrigados a ficar em casa, embora quiséssemos estar em outro. Ficamos tristes quando alguém a quem amamos está sofrendo. Ficamos tristes quando somos confrontados com a miséria social de nosso mundo. Ficamos tristes quando estamos cansados física, emocional ou espiritualmente.
Para cada uma destas expressões da tristeza, há um caminho a ser percorrido.
No entanto, estou me referindo a outra forma de tristeza, aquela que não é devida a algum fato que interveio em nossa jornada. Não são as circunstâncias que a produzem, embora a agravem. Estou, portanto, pensando na tristeza sem uma causa aparente, mas que é capaz de levar à angústia.
Este é o caso do poeta do salmo 42. Não conhecemos as circustancias da sua vida, mas ficamos sabendo, por seu relato, da sua tristeza. A sua experiência é útil porque nos ajuda a enfrentar nossas próprias tristezas.
Lendo o texto, notei que o poeta descreve a sua tristeza como a presença de sentimentos diversos, como pode acontecer também conosco.
1. O poeta tinha uma sede não saciada de Deus. Ele se compara a uma terra árida, ressecada pelo sol, ávida por chuva. Ao tempo do salmista, havia muitos cervos nos desertos de seu país; perseguidos pelos cães, encontravam salvação nos riachos profundos, nos quais mergulhavam e não podiam ser alcançados. A água, para eles, era a salvação.
2. O poeta tinha saudade de um tempo em que podia ir ao templo adorar. Ele estava num lugar em que isto era impossível, embora o fizesse antes, como líder entre seu povo. É provável que estivesse temporariamente residindo longe de Jerusalém, cidade em que liderava a procissão daqueles que iam ao templo entoando canções como esta: "Alegrei-me, quando me disseram: `Vamos à casa do Senhor'" (Salmo 122.1).
3. O poeta estava sem esperança de que a sua vida fosse mudar, de modo que sua perturbação desaparecesse. Na verdade, nada parecia apontar uma luz no final do túnel. Seus problemas continuavam a desafiá-lo e a incomodá-lo.
4. O poeta estava envergonhado. Seus problemas não tinham solução. Assim mesmo, para espanto dos seus conhecidos que não temiam a Deus, ele continuava temente a Deus, enquanto seus amigos duvidavam de que sua fé valesse alguma coisa. Talvez fosse alvo do deboche dentro de sua própria casa. Talvez fosse chamado de fanático pelos seus colegas.

Nossas prioridades não podem ser as mesmas do salmista, mas somos tomados por idênticos sentimentos, especialmente em nossa época, em que a felicidade se tornou uma religião. Apesar das diferenças culturais, prendemos com a experiência do salmista.
Também experimentamos solidão e decepção. Também sofremos de doenças, algumas companheiras permanentes, sejam físicas ou psíquicas. Também enfrentamos situações nas quais esperamos que Deus intervenha, e nada parece acontecer.

Este salmo está na Palavra de Deus porque Ele quer nos ajudar a tratar deste problema. Trago algumas lições que minha leitura me trouxe.

1. Tenha uma visão adequada do que seja a tristeza. Não confunda momentos tristes com tristeza, que é um sentimento profundo, doloroso e intenso. Não pense que a vida seja só festa, porque não é e não pode ser. A semana tem sete dias e não apenas fim de semana.

2. Se você tem andado triste, faça uma auto-análise, para descobrir quando o seu bom-humor mudou. Você se tornou triste desde quando perdeu uma pessoa muito amada? Sua tristeza tem toda a razão para existir, mas nenhuma razão para continuar indefinidamente. Quando perdeu seu amigo Lázaro, Jesus chorou; depois agiu e parou de chorar. Você é triste porque todos os seus planos não dão certo? Você tem razão, mas persista nos seus planos ou mude de planos. Alguns são irrealizáveis por natureza. Conheço uma pessoa que não gosto de acordar às cinco e meia da manhã de domingo, mas ele me levanto, lava o rosto preguiçosamente, toma banho intensamente e sai cantando para o dia que o quer.
Seja qual for o problema que lhe trouxe tristeza, pense naquele momento em que as coisas mudaram; veja o que você ainda pode mudar e toque a sua vida. Se você errou, está diante da boa tristeza, aquela que produz arrependimento e não remorso, pois é "a tristeza segundo Deus", aquela que "leva à salvação", diferentemente da "tristeza segundo o mundo" que "produz morte" (2Coríntios 7.10). É por isto que outro poeta, o sábio de Eclesiastes, vaticina que "a tristeza é melhor do que o riso, porque o rosto triste melhora o coração". A tristeza melhora o coração quando nos leva a refletir sobre nossos atos e mudar para melhor.
3. Em todas as situações, não lance mão de recursos ilegítimos para pôr fim à tristeza. Tome-a como um convite à reflexão, sozinho ou com a ajuda de um profissional, para encontrar as suas causas e, logo, os caminhos a serem tomados. Não lance mão do álcool e ou de qualquer outra droga proibida. Não basta dizer: "Tristeza, por favor, vá embora", como no samba clássico, que diz:
"Tristeza, por favor vá embora
Minha alma que chora está vendo o meu fim
(...) Fez do meu coração a sua moradia
Já é demais o meu penar.
Quero voltar àquela vida de alegria
Quero de novo cantar".

Desculpe, Niltinho Tristeza, não basta pedir para que tristeza vá. Ela não irá, até porque não tem asas próprias. Não use medicamentos sem orientação segura para enviar para longe sua tristeza; ela voltará. A cura para a  tristeza não está em contemplar a própria tristeza, mas em contemplar Deus.

4. Persista na esperança. gosto de como o salmista enfrenta a sua tristeza: em meio à descrição mais dramática de sua dor, o poeta grita: "Ainda o louvarei". Para o salmista, tristeza não é o contrário de alegria, mas é sinônimo de falta de louvor. Há louvor quando há esperança. O poeta propõe a esperança (verso 11), isto é, a certeza de que Deus vai agir e cessará a tristeza, a partir de suas causas e não apenas dos sintomas. A esperança, então, produz o louvor, que o contrário de tristeza. Como a corça, saiba que alegria verdadeira só vem de Deus. DEUS DIZ

Deus diz: Teu destino está maravilhosamente traçado por mim.
Só há vitórias reservadas para você.
Mas você precisa me entregar sua vida. Toda sua vida,
Confie em mim porque sou Digno de confiança.
Não confie nos homens, não confie nas suas próprias forças, porque suas forças sou Eu quem as dou.
Confie apenas em mim, pois grandes coisas estão guardadas para você.
Vem descansar em meus braços meu filho... vem conversar comigo... Me entrega as coisas velhas e peça coisas novas.
Eu conheço todos os desejos de seu coração, conheço todas as suas necessidades, desejos e anseios, mas eu gostaria que você conversasse
comigo, que colocasse no meu altar os seus medos, suas dúvidas, tudo o
que há em seu coração.
Meu filho, deixa-mE fazer morada em seu corpo.Permita que seu corpo seja a morada do meu Espírito.
Eu te criei, mas eu só posso entrar em seu coração se você permitir, se você me pedir.
Porque eu te amo muito e respeito todas as suas vontades

terça-feira, 25 de outubro de 2011



Ninguém é dono da sua felicidade,
por isso não entregue sua alegria, sua paz,
sua vida nas mãos de ninguém,
absolutamente ninguém.
Somos livres,
não pertencemos a ninguém e não podemos
querer ser donos dos desejos,
da vontade ou dos sonhos de quem quer que seja.
Se você anda repetindo muito
“eu preciso tanto de você”
ou, “você é a razão da minha vida”,
cuide-se.
Remova essas palavras e principalmente
a ação dessas palavras da sua vida,
pois fazem muito mal ao seu “eu” interior.
A razão da sua vida é você mesmo.
A tua paz interior é a tua meta de vida,
quando sentires um vazio na alma,
quando acreditares que ainda esta faltando algo,
mesmo tendo tudo,
remete teu pensamento para os teus desejos
mais íntimos e busque a divindade que existe em você.
Pare de colocar sua felicidade cada dia mais distante de você.
Não coloque objetivos longe demais de suas mãos,
abrace os que estão ao seu alcance hoje.
Se andas desesperado por problemas financeiros,
amorosos ou de relacionamentos familiares,
busca em teu interior a resposta para acalmar-te,
você é reflexo do que pensas diariamente.
Pare de pensar mal de você mesmo,
e seja seu melhor amigo sempre.
Sorrir significa aprovar, aceitar, felicitar.
Então abra um sorriso para aprovar
o mundo que te quer oferecer o melhor.
Com um sorriso no rosto as pessoas terão as
melhores impressões de você,
e você estará afirmando para você mesmo,
que está “pronto”para ser feliz.
Trabalhe, trabalhe muito a seu favor.
Pare de esperar a felicidade sem esforços.
Pare de exigir das pessoas aquilo que nem
você conquistou ainda.
Critique menos, trabalhe mais.
E, não se esqueça nunca de agradecer.
Quando você agradece,
Deus recebe seu coração.
Agradeça tudo que está em sua vida nesse momento,
inclusive a dor .
Nossa compreensão do universo, ainda é muita pequena para julgar o que
quer que seja na nossa vida.
Por fim,
acredite que não estamos sozinhos um instante sequer.
Você pode,
através de uma oração simples e de coração
buscar Aquele que é maior que quaisquer problemas.
Unir-se a DEUS nos momentos de alegria,
garante uma facilidade maior de contato
nos momentos menos alegres.

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

DE QUAL LADO DA CRUZ VOCÊ ESTÁ?

Lucas 23.32-43
32 E também conduziram outros dois, que eram malfeitores, para com ele serem mortos.
33 E, quando chegaram ao lugar chamado a Caveira, ali o crucificaram, e aos malfeitores, um à direita e outro à esquerda.
34 E dizia Jesus: Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem. E, repartindo as suas vestes, lançaram sortes.
35 E o povo estava olhando. E também os príncipes zombavam dele, dizendo: Aos outros salvou, salve-se a si mesmo, se este é o Cristo, o escolhido de Deus.
36 E também os soldados o escarneciam, chegando-se a ele, e apresentando-lhe vinagre.
37 E dizendo: Se tu és o Rei dos Judeus, salva-te a ti mesmo.
38 E também por cima dele, estava um título, escrito em letras gregas, romanas, e hebraicas: ESTE É O REI DOS JUDEUS.
39 E um dos malfeitores que estavam pendurados blasfemava dele, dizendo: Se tu és o Cristo, salva-te a ti mesmo, e a nós.
40 Respondendo, porém, o outro, repreendia-o, dizendo: Tu nem ainda temes a Deus, estando na mesma condenação?
41 E nós, na verdade, com justiça, porque recebemos o que os nossos feitos mereciam; mas este nenhum mal fez.
42 E disse a Jesus: Senhor, lembra-te de mim, quando entrares no teu reino.
43 E disse-lhe Jesus: Em verdade te digo que hoje estarás comigo no Paraíso.
Ir para a cruz com a pessoa errada do seu lado deve ser muito complicado.
A crucificação era comparada às penas capitais mais sofisticadas hoje, pois ser pendurado numa cruz trazia vergonha, humilhação, sofrimento, tortura, dor e por fim morte.
Seguramente que a sentença de morte para Jesus era incompatível com os “crimes” que Ele havia cometido. No meu entendimento esse foi um dos maiores erros do judiciário, mas que resultou na salvação da humanidade.
Me faz pensar também que aquela idéia de que satanás tudo sabe não é real, pois se ele soubesse que a morte de Jesus na cruz trouxesse vida para a humanidade, certamente não teria orquestrado toda aquela conspiração contra o Mestre. O diabo não é burro, mas também não sabe de tudo como muitos pregam por aí.
Voltando para a cruz: Por que contaram Jesus com os malfeitores? Ele seria um dos malfeitores? Dias antes o povo não estava clamando pelas ruas de Jerusalém “Bendito o que vem em Nome do Senhor”? O povo não se beneficiava dos milagres? O que aconteceu com o povo? Jesus era tão querido pela multidão... De repente aquelas mãos que o aplaudiam, transformaram-se em dedos acusadores e clamavam em alta voz: Crucifica-o! Crucifica-o! Meu Deus o que aconteceu com povo? Ele abraçava as crianças, levantava os paralíticos, ressuscitava mortos... O que deu errado? O que o levou para a cruz?
Minha linha de pensamento me faz realmente pensar que Jesus foi condenado por crimes que não cometeu. Mas por que levá-lo para a cruz? Por que não o colocaram numa penitenciária de segurança média, ou até mesmo num Instituto Penal Agrícola, pois curar pessoas não me parece criminoso. Ressuscitar mortos vítimas de doenças e trazê-los de volta curados, não me parece ser um atentado contra a segurança nacional. Libertar corações de prisões emocionais não me parece um estupro. Por que então mandá-Lo para a cruz? A morte de cruz seria o mesmo que “cadeira elétrica” “injeção letal” “câmara de gás” “corredor da morte”. Qualquer pessoa pode vasculhar as sentenças dos condenados e ver que a maioria deles (digo maioria porque o sistema judiciário de qualquer país é falho) realmente teve culpa, ou seja, foi por merecimento.
Mas, voltando para a cruz... Por que mandar Jesus para a cruz? Fico imaginando o diálogo entre os juízes, a suprema corte, os sacerdotes. Todos achando que estavam decidindo o futuro de um homem e mal sabiam que estavam apenas contribuindo para o futuro de uma existência inteira! Glória a Deus pelos juízes injustos, pelos sacerdotes sem misericórdia, pelos governadores corruptos! Se eles não tivessem se reunido, Jesus não teria ido para a cruz e se Jesus não estivesse ido para a cruz, eu não estaria me alegrando da salvação da minha alma! Dê um glória a Deus por aqueles que te levam para a cruz!
Após analisar a cruz como um pesadelo, quero agora analisá-la como uma benção!
Jesus ficou na cruz do meio! Ficar na cruz do meio poderia significar um pecado maior! Ficar na cruz do meio poderia significar que aquele “malfeitor” merecia ser exposto à humilhação para que todos vissem o que aconteceria com alguém que fosse contrário ao sistema político e religioso daquele lugar!
Mas o que me chama a atenção, não é a cruz do meio. E sim as cruzes da direita e esquerda!
Quem eram os malfeitores que estavam sendo crucificados naquele dia? Que crime cometeram? Eram eles piores do que Barrabás? A Bíblia diz que Barrabás era “um preso conhecido” Temos hoje presos conhecidos... Fernandinho Beira-Mar e outros...
Percebi aí mais um erro do judiciário local: Soltaram um preso considerado “importante” e crucificaram dois “ladrões” de galinhas! Humm então não cometeram somente uma injustiça naquele dia e sim 4! Soltaram Barrabás, crucificaram dois ladrões sem importância numa pena máxima e ainda crucificaram a Jesus que não tinha nada a ver com a sujeira!
Quero falar sobre os ladrões que estavam ao lado de Jesus!
A Bíblia não relata quem era o preso da direita e  nem o da esquerda, tampouco diz quais foram os seus crimes, mas eles estavam lá!
O motivo de escárnio (Jesus) ficava no meio. As pessoas passavam, meneavam a cabeça, zombavam, escarneciam dele. Para piorar ainda mais a situação, os insultos vinham de um lado da cruz também! Tinha um escarnecedor pendurado! Ah meu Deus! Um zombador pendurado ao lado de Jesus. Isso parecia estar agravando a situação de humilhação, pois cada vez que um falava, zombava e escarnecia, Jesus dizia: Pai perdoa-lhes! Não sabem o que estão dizendo! Creio que esse apelo de Jesus em tom de desespero deveria ser porque Ele via o rosto do Pai completamente irado e sua decisão em destruir esses vermes que estão mexendo com o Filho Dele! O diabo por sua vez não estava entendendo nada! O plano parecia perfeito! Bom, vou colocar dois malfeitores ao lado dele e ele receberá insultos de baixo e dos lados. Hum... Algo deu errado de novo! Um dos malfeitores blasfemava. A blasfêmia bem sabemos que é algo além de um insulto. Não me atrevo nem a pensar no que aquele malfeitor estava dizendo, mas ele pedia algo que era impossível: Salva-te a ti e a nós! Meu Deus! Quanta ignorância! Ele nem fazia idéia de quem era aquele que estava ali. Ele me pareceu ser uma “Maria vai com as outras”! Quantas “marias vão com as outras” temos dentro da igreja! Ele estava blasfemando a partir do que estava ouvindo! Quanta gente começa a falar mal de você por causa do “zum zum zum” que ouviu a seu respeito! Bem, já sabe de que lado da cruz você está? Salva-te a ti e a nós... Será que aquele infeliz condenado estava preocupado com a libertação de Jesus? Não! Ele nem sabia e satanás também não sabia que aquele pedido não traria salvação! O diabo pensava que Jesus poderia sim ter tomado uma atitude drástica com relação à situação, mas não o fez. Aquilo intrigava satanás. Quero dizer para você que todas as vezes em que você fica em silêncio diante de uma investida, assusta satanás, pois ele nunca sabe o que você está pensando! Aquele infeliz condenado estava sendo usado para descobrir os planos de Jesus! Quantos vivem nas igrejas falando mal um dos outros, blasfemando e buscando “salvação” como aquele condenado, mas de forma errada! De que lado da cruz você está?
Bem, falando sobre lado da cruz, preciso falar sobre o outro condenado: Quando ouviu as blasfêmias do colega, repreendeu-o dizendo: Ei você nem ao menos teme a Deus estando na mesma condenação? Note que ele não dizia da condenação do suposto crime ou pecado de Jesus e sim da situação em que se encontrava! Aquele feliz condenado não sabia o que Jesus havia feito, mas assim com o outro, ouviu todo o “zum zum zum” da mesma forma, porém conseguiu fazer uma avaliação importante: Nós estamos aqui porque merecemos e com justiça! Humm me faz então voltar atrás no meu julgamento que fiz sobre a justiça local! Esse feliz condenado era réu confesso! Ele disse: Nós merecemos estar aqui e com justiça! Mas este homem NÃO FEZ NADA! Este homem está sendo injustiçado e você não teme a Deus? Esse feliz condenado me pareceu ter uma coisa que Deus ama: CORAÇÃO QUEBRANTADO! Ele tinha o lugar perfeito para Deus morar! Mas e os erros dele? E os pecados dele?
Vamos analisar:
Estamos aqui porque merecemos! Engraçado que ouço completamente o oposto dentro das igrejas. O que ouço é: “Não mereço passar por isso!” “Onde está Deus?” “Porque me deixou cair nessa?” Ouvindo tais pessoas, consigo saber de qual lado da cruz está vindo! Está vindo do lado da arrogância, pessoas que não tem nenhum escrúpulo e ainda se acha na condição de não sofrer punição! Aquele bandido ouviu o Zum zum zum e aproveitou o “ouvi dizer” e blasfemou! Ahhh quanta maria vai com as outras dentro das igrejas.
Ainda bem que tinha o outro lado! Eu mereço estar aqui, sou pecador, cometi um erro, mas temo a Deus. Senhor lembra-te de mim!!! Ahhh que coisa maravilhosa! Esse condenado de repente sabia quem era Jesus!!! Lembra-te de mim quando entrares no teu Reino!!! Note que visão! Não era a visão cega dos Judeus e nem a dos Romanos que colocaram acima da cabeça de Jesus a inscrição “Rei dos Judeus”. Meu Deus! Aquele feliz condenado sabia que o Reino de Jesus não era aqui! Ele não deu ouvidos a ninguém! Ele ouviu a voz do seu coração! Ele parecia sentir que mesmo estando ali na “mesma condenação”, tratava-se de um equívoco! Estavam crucificando um Rei de Verdade! Ele olhou para Jesus e disse: Não esqueça de mim quando entrares no Teu Reino! Que palavra poderosa! Ele nem quis saber da chacota que fizeram e os Judeus engoliram isso muito bem pois “permitiram” crucificar o “rei” deles. Nenhum sacerdote entrou com ação por danos morais contra Roma! Sabe por que tudo isso? Porque nem faziam idéia do que estava acontecendo!
Mas um condenado! Um condenado conseguiu enxergar que tinha algo acontecendo ali. Alguém estava sendo injustiçado! Aquele condenado feliz não pediu para o Senhor tirá-lo dali! Preste atenção nisso! A motivação do coração dele o levava a crer que existia algo melhor do que descer da cruz vivo! Ele sabia que aquele Rei tinha um trono! E a resposta veio que imediatamente: HOJE MESMO ESTARÁS COMIGO NO PARAÍSO! Aleluia!!! O meu rei mora no Paraíso!!! Quem aqui não gostaria de estar no Paraíso hoje? Claro que muitos escolheram paraísos diferentes. Tem crente que escolheu o paraíso da fofoca, o paraíso da mentira, os políticos escolhem os paraísos fiscais e etc.
Mas aquele condenado pediu para ser lembrado! Ele nem pediu para ser levado. Mas para ser lembrado! De que lado da cruz você está hein?
Você está ou de um lado ou de outro! Se não estivem num desses lados, então deve estar lá embaixo junto com os fariseus, os sacerdotes e soldados, escarnecendo do Senhor com sua vida medíocre e nojenta! Não consegue aceitar seus próprios erros! Consegue ver os pecados de todo o mundo, mas os seus estão encobertos de lama e corrupção!
Me fale agora: DE QUE LADO DA CRUZ VOCÊ ESTÁ FARISEU!?
Você consegue ser uma pessoa politicamente correta, com princípios, mas NÃO TEM OS PRINCÍPIOS DE DEUS! Ele habita no coração quebrantado! Sabe o que isso significa?
Você conseguiu se posicionar agora? Você pode ainda sair da cruz e ESTAR com  Senhor no Paraíso!


DE QUAL LADO DA CRUZ VOCÊ ESTÁ?
COMO DEUS ME VÊ?


I Samuel 16:07
Mas o Senhor disse a Samuel: Não atentes para a sua aparência, nem para a grandeza da sua estatura, porque eu o rejeitei; porque o Senhor não vê como vê o homem, pois o homem olha para o que está diante dos olhos, porém o Senhor olha para o coração.

Qual o meu chamado?O que estou fazendo na igreja? Em que eu posso ser útil na igreja?

Vc é tímido treme pra falar de Jesus para alguém? Faltam palavras? Sente fraco, impotente diante de alguém para anunciar o evangelho?

Parabéns, você não é único neste contexto, temos algo em comum com; Jeremias, Isaias, Moises, Gedeão, Paulo.
Vemos Paulo ousado algumas vezes, mas também vemos um Paulo Fraco com temor e tremor. I Coríntios 2:3-4

E eu estive convosco em fraqueza, e em temor, e em grande tremor.

A minha linguagem e a minha pregação não consistiram em palavras persuasivas de sabedoria, mas em demonstração do Espírito de poder; Lembra de Moises? Êxodo 4:10-11
Então disse Moisés ao Senhor: Ah, Senhor! Eu não sou eloqüente, nem o fui dantes, nem ainda depois que falaste ao teu servo; porque sou pesado de boca e pesado de língua.

Ao que lhe replicou o Senhor: Quem faz a boca do homem? Ou quem faz o mudo, ou o surdo, ou o que vê, ou o cego?. Não sou eu, o Senhor?

Você teme por não ter aparência de missionário, de evangelista e de um eloqüente pregador? Deus não precisa de eloqüência humana, nem sabedoria humana, nem formosura. Apenas Ele deseja um coração disponível, um vaso proto a ser cheio.

O texto base desta mensagem mostra, que Deus não atenta para aparência do homem, em quanto nós olhamos para o exterior, Deus sonda o interior o ver o que não vemos.

Como me vejo? Eu me vejo fraco e sem potencial, Deus olha para mim e me vê forte, e corajoso. Quando olho para mim, às vezes não acredito que sou capaz de realizar algo grande. Deus olha para mim e acredita que sou capaz de realizar a sua obra, apenas tenho que ser voluntario e esta disponível ao seu serviço.Isaias 6:5-8.

Então disse eu: Ai de mim!,Pois estou perdido; porque sou homem de lábios impuros, e habito no meio dum povo de impuros lábios; e os meus olhos viram o rei, o Senhor dos exércitos!

Então voou para mim um dos serafins, trazendo na mão uma brasa viva, que tirara do altar com uma tenaz;
e com a brasa tocou-me a boca, e disse: Eis que isto tocou os teus lábios; e a tua iniqüidade foi tirada e perdoado o teu pecado. Depois disto ouvi a voz do Senhor, que dizia: A quem enviarei, e quem irá por nós? Então disse eu: Eis-me aqui, envia-me a mim.

O que o Senhor ver de interessante em nós? Às vezes saímos para fazer uma tarefa simples, como por exemplo: procurar jumentas como fez Saú, e voltamos como Ungido. Nem o mesmo Saú acreditou no que ouviu de Samuel.

I Samuel 9:20-21.
Também quanto às jumentas que há três dias se te perderam, não te preocupes com elas, porque já foram achadas. Mas para quem é tudo o que é desejável em Israel? Porventura não é para ti, e para toda a casa de teu pai? Então respondeu Saul: Acaso não sou eu benjamita, da menor das tribos de Israel? E não é a minha família a menor de todas as famílias da tribo de Benjamim? Por que, pois, me falas desta maneira?

E o que dizer da aparência de Davi? Não era tão forte, nem assim tão grande e belo como seus irmãos a ponto dos seus irmãos e o próprio gigante Golias zombarem o desprezá-lo. Mas Deus olhava para aquele pastorzinho tocador de harpa e matador de urso e leão e via nele um líder, um Rei um homem segundo coração de Deus.

I Samuel 16:10-12
Assim fez passar Jessé a sete de seus filhos diante de Samuel; porém Samuel disse a Jessé: O Senhor não escolheu a nenhum destes.

Disse mais Samuel a Jessé: São estes todos os teus filhos? Respondeu Jessé: Ainda falta o menor, que está apascentando as ovelhas. Disse, pois, Samuel a Jessé: Manda trazê-lo, porquanto não nos sentaremos até que ele venha aqui. Jessé mandou buscá-lo e o fez entrar. Ora, ele era ruivo, de belos olhos e de gentil aspecto. Então disse o Senhor: Levanta-te, e unge-o, porque é este mesmo.
O próprio Samuel atentou para aparência, dos filhos de Jessé e foi surpreendido por Deus, quando o Senhor falou sobre a aparência.

E Gideão? Gideão diz: Eu sou o menor, Deus olha para ele e brada: Varão valoroso.

Juízes 6:11-16.
Então o anjo do Senhor veio, e sentou-se debaixo do carvalho que estava em Ofra e que pertencia a Joás, abiezrita, cujo filho Gideão estava malhando o trigo no lagar para o esconder dos midianitas.

Apareceu-lhe então o anjo do Senhor e lhe disse: O Senhor é contigo, ó homem valoroso.

Gideão lhe respondeu: Ai, senhor meu, se o Senhor é conosco, por que tudo nos sobreveio? E onde estão todas as suas maravilhas que nossos pais nos contaram, dizendo: Não nos fez o Senhor subir do Egito? Agora, porém, o Senhor nos desamparou, e nos entregou na mão de Midiã.

Virou-se o Senhor para ele e lhe disse: Vai nesta tua força, e livra a Israel da mão de Midiã; porventura não te envio eu?Replicou-lhe Gideão: Ai, senhor meu, com que livrarei a Israel? Eis que a minha família é a mais pobre em Manassés, e eu o menor na casa de meu pai.

Tornou-lhe o Senhor: Porquanto eu hei de ser contigo, tu ferirás aos midianitas como a um só homem.
Deus acredita em Você, basta colocar-se disponível ao seu serviço e não temas os Gigantes que se levantarão diante de você, lembre-se para cada gigante, Deus levanta um Davi.

I Coríntios 1:27-29
Pelo contrário, Deus escolheu as coisas loucas do mundo para confundir os sábios; e Deus escolheu as coisas fracas do mundo para confundir as fortes; e Deus escolheu as coisas ignóbeis do mundo, e as desprezadas, e as que não são, para reduzir a nada as que são; para que nenhum mortal se glorie na presença de Deus.

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Lidando com a Decepção

Perdoar não é uma tarefa das mais fáceis para o ser humano. No entanto é mais difícil ainda perdoar a alguém que amamos, que nos entregamos, uma pessoa em quem confiamos e nos traiu. Toda decepção machuca, mas o desapontamento causado por um amigo, um irmão, um amor, nos machuca muito.

O coração decepcionado pode atirar-nos num estado de decepção e rancor, passando a abrigar feridas profundas e lembranças amargas, tornando-se difícil para nós confiarmos de novo em alguém.

Gostaríamos de evitar os desapontamentos, mas não há como ser feliz sem confiar, e não há como confiar sem correr o risco da desilusão. Amar é abrir-se, é tornar-se acessível, é oferecer-se ao encontro, é ficar vulnerável, é arriscar-se.

As pessoas que foram mais felizes, as que deixaram marcas mais positivas na história da raça humana, foram as que mais amaram a muitos com muita intensidade. Foram, também, as que experimentaram o sofrimento e o desapontamento.

No momento em que Jesus Cristo mais precisou de seus amigos, eles o abandonaram. Depois de tudo o que fizera por eles, tudo o que lhes ensinara, tudo o que passaram juntos, eles o deixaram.

O Senhor não pode contar com a solidariedade dos discípulos nos momentos mais difíceis de toda a sua vida. Enquanto o Mestre orava e agonizava no Getsêmani, eles dormiam (Lc. 22.39-46).

Enquanto ele era preso e agredido pelos soldados, eles fugiam (Mc. 14.43-52).

Enquanto as autoridades o inquiriam, eles o negavam (Jo 18.13-27).

Que decepção!

Que triste retribuição ao carinho e à confiança do Senhor!

Que recompensa negativa para a sua disposição de morrer no lugar deles na cruz!

Não obstante, Jesus foi capaz de transformar aquela provação em vitória. Superou aquele desapontamento sem permitir que isso destruísse seu relacionamento com os amigos.

Jesus não desanimou porque ele não esperava o reconhecimento por parte dos homens. Esperava-o de Deus. E o Pai não decepciona nunca.

Devemos estar cientes de que o desapontamento é uma das possibilidades em nossos relacionamentos humanos, já que estamos lidando com pessoas, que, como nós, são falhas e limitadas.

Quantas vezes não decepcionamos o Senhor?

Quantas vezes não desapontamos nós mesmos?

Assim também podemos desapontar os outros, ou com eles decepcionarmo-nos. Mas se vivemos, trabalhamos, amamos e ajudamos, esperando apenas o reconhecimento de Deus, então a vida se enche de um novo significado. “Tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração, como para o Senhor e não para os homens, cientes de que recebereis do Senhor a recompensa da herança. A Cristo, o Senhor, é que estais servindo.” (Cl. 3.23,24).

Jesus enfrentou a decepção com ânimo e confiança porque contemplava o Pai. Se os nossos olhos estiverem firmados em Deus e neles brotarem lágrimas provenientes do abandono, da ingratidão ou da desilusão. O Senhor as enxugará. Ele é o único do qual podemos esperar o reconhecimento e o galardão. O único que nunca decepciona. “O que encobre a transgressão busca a amizade, mas o que renova a questão, separa os maiores amigos” (Pv. 17.9).

A amargura pode criar raízes profundas. Amizades podem ser perdidas. O orgulho cobra um preço alto pela sua manutenção: a nossa infelicidade. “Atentando, diligentemente, por que ninguém seja faltoso, separando-se da graça de Deus; nem haja alguma raiz de amargura que, brotando, vos perturbe, e, por meio dela, muitos sejam contaminados.” (Hb. 12.15).

“Acautelai-vos. Se teu irmão pecar contra ti, repreende-o; se ele se arrepender, perdoa-lhe. Se, põe sete vezes no dia, pecar contra ti e, sete vezes, vier Ter contigo, dizendo: Estou arrependido, perdoa-lhe” (Lc. 17.3,4).

Deus, que é rico em perdoar, exorta-nos a que perdoemos também.

Podemos enfrentar a decepção com os que amamos, sempre tão dolorosa e temida. É só encará-la com ânimo e confiança, seguir em frente, apesar das dificuldades.

É só Ter disposição de perdoar, tomar a iniciativa, reconquistando ou ganhando o irmão.

Não podemos evitar a decepção com os que amamos. Mas podemos transformá-la numa experiência positiva para com Deus, para com o próximo e para conosco.

Podemos torná-la numa oportunidade de crescimento e enriquecimento pessoal que nos deixará ainda mais habilitados para as vitórias que nos tem reservado o Senhor.

Desespero e Súplica

Certa vez, um homem perdeu o emprego, a fortuna, a esposa e a casa. Em um primeiro momento alguém poderá dizer assim: "Então esse homem perdeu tudo". Porém, ele permaneceu firme na fé. Fé, foi a única coisa que lhe restou.
Um dia, cansado de procurar algo para fazer e ganhar algum dinheiro para comprar o que comer, ele parou para observar alguns homens trabalhando numa igreja enorme. Ficou alí sentado vendo os operários naquela empreita. Em seu silêncio tristonho, ele por um momento, elevou uma oração a Deus e fez o seguinte questionamento:
“Porque será que eu estou passando por tamanha provação? Será que o fui abandonado por ti, Senhor?”
Ele se levantou e já ia retomando sua caminhada quando percebeu um dos trabalhadores com uma pequena marreta e uma talhadeira cinzelando uma pedra triangular.
“O que você vai fazer com essa pedra?” perguntou ao homem. “O senhor esta vendo aquela abertura lá em cima perto da torre mais alta da igreja?”, disse o trabalhador. “Estou modelando esta peça aqui embaixo para que ela seja encaixada lá em cima”.
Lágrimas brotaram nos olhos desse meu amigo enquanto ele seguia seu caminho. Parecia que Deus havia falado por meio da boca daquele trabalhador para explicar a provação que ele atravessava.
“Eu o estou modelando aqui embaixo para que você seja encaixado lá em cima”
MORAL DA HISTÓRIA
Não desespereis com as barreiras, com as amarguras, com o sofrimento. Dias melhores estão sendo preparados para aqueles que não perderam o mais poderoso elo com Deus: a FÉ... Pense nisso..
Salmos 10: 17
Tu, Senhor, ouves a súplica dos necessitados; tu os reanimas e atendes ao seu clamor.

Você tem conversado com Deus?

Orar é conversar com Deus. Não é um ritual, nem são frases do livro de petições deste ou daquele grupo religioso.
Quando oramos, mantemos um profundo relacionamento com o Senhor, sabemos que podemos clamar por um socorro em momentos difíceis e na hora da tentação, Ele sempre virá em nosso socorro.
Quando oramos tratamos diretamente com Deus e secundariamente com as pessoas, o alvo da oração é o ouvido do Senhor; a oração que influencia as pessoas passa primeiramente pelos ouvidos de Deus. E é Ele quem age.
Não é a oração que move as pessoas, mas o Deus a quem oramos, a oração move o braço que mobiliza o mundo e traz libertação.
O inimigo de nossas almas sabe que a oração é muito importante, foi dito que o diabo treme, quando contempla o menor dos santos de joelho; eis a razão de satanás nos manter ocupados, para que não oremos.
A combinação de oração e Palavra forma uma resistência contra os ataques do diabo, é aqui que ficamos inabaláveis no Senhor; A oração ajuda a desenvolver imunidade contra o mal.
O apóstolo Pedro nos exorta a sermos sóbrios, dedicados à oração (1 Pe. 4.7); Paulo diz que devemos orar em todo o tempo (1 Ts. 5.17); Judas diz: ”Edifiquem-se na santíssima fé que possuem, orando no Espírito Santo” (Jd. 20).
Quando um boxeador abre a guarda e deixa uma brecha em sua devesa, o adversário atinge-o com um nocaute. Quando os cristãos abrem a guarda da oração, tornam-se alvos dos ataques do inimigo. É isso que a Bíblia nos adverte sobre as setas inflamadas do malígno (Ef. 6.16).
Nossa força espiritual vem através da oração; quando oramos e pedimos a ajuda de Deus, ou suplicamos em favor de alguém, tudo o que precisamos é nos lembrar do que Jesus disse: “Portanto eu lhes digo: tudo o que vocês pedirem em oração, creiam que já receberam, e assim lhes sucederá” (Mc. 11.24).
Somente termos força e capacitação espiritual para resistir ao diabo se nossa oração for clara e específica. Jesus, antes de escolher seus primeiros discípulos, orou a noite toda (Lc. 6.12,13) Diante de satanás, Jesus o resistiu mediante o uso da Palavra de Deus (Mt. 4), Ele disse aos seus discípulos: “Vigiem e orem para que não caiam em tentação” (Mt. 26.41).
Jesus “subiu sozinho a um monte, para orar” (Mt. 14.23); no auge do seu ministério, nos momentos de crise, “Jesus retirava-se para lugares solitários, e orava” (Lc. 5.16).
Jesus sempre mostrava aos discípulos a importância da disciplina na oração (Mc. 6.46; Lc. 9.28). Antes de subir à cruz, ele orou para submeter sua vontade à do Pai (Mt. 26.39).
A oração é o mais potente antibiótico na luta contra as pragas demoníacas, por meio dela e do estudo da Escritura, Deus se comunica conosco e mostra-nos sua perfeita e agradável vontade. Quando não sabemos orar como convém, o Espírito Santo “intercede por nós com gemidos inexprimíveis” (Rm. 8.26).
A oração é a corda que aciona o alarme nos ouvidos de Deus, alguns a movem devagar, porque oram de modo fraco; outros dão ocasionalmente um puxão na corda.
Quando oramos, o inimigo recua; quando intercedemos, comunicamo-nos com Deus, o Criador que nos ama e responde as nossas orações.
A renovação que muita gente experimenta é o resultado da oração do povo de Deus; este avivamento não se restringe a uma denominação ou segmento evangélico, é um despertamento que ocorre mundialmente no corpo de Cristo. O povo ora, adora e ganha o mundo para Cristo neste tempo do fim.

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Meu querido Deus

Não deixe que eu me esvazie,
que me sinta triste e sem coragem.
Não deixe que eu pare
diante de situações difíceis…
Que eu me distancie dos meus sonhos!
Deus…
Só o Senhor tem o poder
de me iluminar,
então, faça da minha vida
uma claridade plena,
faça que meu coração
sinta a luz do amor,
e que eu possa
dar amor ao meu irmão
sem medir esforços.
Deus…
Lhe peço ainda:
Não me deixe parar nunca,
e que minhas esperanças
se renovem a cada dia!
Obrigado por este dia Senhor
obrigado por este ano de vida,
obrigado por estar
me dando esta chance
de poder compartilhar com todos,
Te agradeço, em nome
do Seu Amado Filho,
JESUS CRISTO!!

Você tem valor

Na vida fazemos muitos julgamentos.
Fazemos julgamentos sobre o que vestir, o que comer, aonde ir, que carreiras seguir e quem escolher para amigos.
Mas nenhum julgamento é tão importante como o que fazemos sobre nós mesmos.
Este único julgamento influencia tudo o que fazemos, afetando as nossas atitudes quanto à vida.
Algumas pessoas têm dificuldade em acreditar que sucesso, grandeza ou valor podem acontecer nas suas vidas, ou nas vidas daquelas ao seu redor.
É como se isso acontecesse só com os outros, em lugares distantes.
É importante que você saiba que grandeza e sucesso emergem de pessoas que começam a aceitar a si mesmas e as habilidades que lhes foram dadas por deus.
Você não pode fazer tudo, mas pode sempre se lembrar do seguinte:
Eu sou apenas um,
Mas ainda sou um.
Não posso fazer tudo, mas ainda posso fazer algo.
E porque não posso fazer tudo não recusarei fazer algo que posso fazer.
Você é muito mais que 208 ossos, 500 músculos, sete mil nervos e alguns quilos de pele.
Você é alguém especial.
Aceite isso, celebre isso.
Esse é o início de uma vida de sucesso

O Homem na Cruz

Lá está ele, olhar triste a contemplar o céu
Erguido está o instrumento de tortura
Olhos suplicantes numa triste amargura
A neblina da tarde torna-se um espesso véu
Algozes zombam do homem na cruz
E ele ao Pai clama o sincero perdão
Numa súplica ardente a olhar a luz
No auge do sofrimento Ele é só coração
Pai, meu Pai, perdoa-lhes, eles não sabem
Eles não sabem meu Pai o que fazem, perdão
E dos céus ele espera uma mensagem
O Homem na cruz é só amor, é só emoção
Profundas feridas na pele, respiração arfante
Grossas gotas de sangue caem, será que em vão?
Espinhos perfuram sua pele, a dor é excruciante
E Ele ao Pai implora que os perdoe de coração
Posto Ele foi ao meio de ladrões, de meliantes
O Filho do criador, que ao mundo trouxe só amor
Que aos enfermos curou é Ele o Mestre, o viajante
O homem na cruz que ali está dilacerado em dor
A mãe chora pelo divino filho que tanto amou
Ao apóstolo amado Ele entrega sua mãe querida
No extremo da dor a gratidão ao ventre que o gerou
E lágrimas jorram dos olhos, agora a despedida
As trevas à noite invadem e trovões anunciam o fim
Ele se vai por amor, o céu Ele olha e contempla a luz
Nas mãos do Pai, o espírito entrega, morreu por ti e por mim
Erguido no alto a olhar por nós sempre estará o Homem na cruz